Cinematopeia
cinematopeia_trilha_sonora_de_show_de_truman_céu

Segredos na trilha sonora de Show de Truman

Falar sobre Show de Truman é difícil. Difícil porque é um filme pelo qual prezo muito e, aí, você sabe, a análise acaba ficando muito parcial. Aviso dado, vou tentar falar da maneira mais fria possível sobre a trilha sonora deste grande filme.

As músicas de Show de Truman de alguma maneira habitam minha mente de forma inconsciente. Sempre quando vejo o filme, por mais que não tenha uma lembrança direta das faixas, as trilhas dialogam com meus pensamentos sem dificuldade.

Ironicamente o filme é econômico na utilização de músicas. Acho que é esse o motivo, afinal, da trilha ganhar tanto destaque em nossa mente. A valorização do silêncio e dos sons ambientes no longa é de aplaudir de pé – talvez pela necessidade de deixar aquele Show muito mais próximo da realidade.

cinematopeia_trilha sonora de show de truman radio

Descobrindo a trilha sonora do Show de Truman

Para contar melhor a minha interpretação sobre a trilha sonora de Show de Truman resolvi separar as músicas em quatro atos. É a melhor forma que encontrei de categorizar as faixas.

Primeiro ato

O primeiro deles é aquele que diz respeito às músicas que “preenchem” a normalidade do Show (e do filme). É algo extremamente fácil de perceber.

Quando a rotina de Truman está acontecendo de forma natural, sem acidentes, nossos ouvidos são embalados com músicas clássicas de tons agradáveis e cômicos. E é Mozart o responsável por esses momentos.

Ainda neste ato, não dá para deixar de falar da belíssima Romance-Larghetto, de Chopin e Rubinstein. A música ilustra o encontro de Truman e o (aparentemente) verdadeiro amor dele; Lauren/Sylvia.

Segundo ato

Aqui temos apenas uma música. Mas o fato de ser apenas uma, porém, não tira a responsabilidade e a grandeza dela.

Anthem-Part 2 é uma das músicas que mais identifica Show de Truman para mim. Entretanto, o curioso é descobrir que ela não é feita para o filme. A faixa foi composta originalmente por Philip Glass para Powaqqatsi (bendito ctrl c + ctrl v), documentário experimental de Godfrey Reggio.

Agora vem o auge do segundo ato que demonstra a beleza da atuação das músicas em um filme.

Anthem-Part 2, que faz parte do documentário Powaqqatsi – cujo subtítulo é “life in transformation” -, surge em duas partes que dialogam poeticamente com a intenção da música.

cinematopeia_trilha sonora de show de truman desconfiado

A primeira é justamente quando Truman começa a desconfiar de tudo o que está acontecendo ao redor dele. É a parte que vem logo em seguida daquela em que nosso personagem ouve, pelo rádio, a equipe de produção o seguindo. Truman caminha lentamente pelas ruas, observa e resolve ser “imprevisível”. É como se, por pouco tempo, ele tomasse as rédeas de tudo o que acontece ali.

Por fim, a segunda parte em que Anthem-Part 2 aparece é em que Truman foge e toda a equipe do programa procura por ele – outra cena controlada descaradamente pelo até então prisioneiro.

Terceiro ato

Este credito ser um ato separado para as músicas que são direcionadas a nós, espectadores do filme, ao mesmo tempo em que são executadas para a audiência do Show. São responsáveis pela identidade sonora do longa-metragem e, também do Show, principalmente pelos momentos especiais e dramáticos na vida de Truman.

Aqui podemos trazer exemplos como a famosa It’s a Life Dreaming of Fiji. São duas faixas criadas especialmente para a trilha sonora do filme (e para o Show) pelo compositor Burkhard Dallwitz (a segunda em parceria com Phillip Glass – o mesmo de Powaqqatsi e Anthem-Part 2).

Neste terceiro ato também há destaque para outras duas faixas compostas para o longa: Reunion e Truman Sleeps. Essas sim têm a nítida função de fundir nosso papel de espectadores do filme com espectadores do show, além de estarem presentes em cenas bem marcantes.

Reunion é a música do reencontro de Truman com o pai “falecido”, ao mesmo tempo em que nós, como espectadores do filme, conhecemos o criador e talvez o verdadeiro pai de Truman: Cristof.

cinematopeia_trilha sonora de show de truman dormindo

A cena é a chave dessa importante virada do filme. De perceber que passamos de uma plateia do Show para apreciadores do filme. Agora temos acesso ao que acontece nos bastidores.

Toda essa explicação, para nossa alegria, é feita com a ajuda de Reunion. Começamos ouvindo ela como um score – uma trilha sonora que compõe uma cena – como em qualquer filme por aí. Quando somos transportados para dentro da “switcher” do Show, descobrimos que a mesma música está sendo executada “ao vivo”.

Truman Sleeps também está relacionada ao “pai” de Truman e à junção das nossas visões de Show e longa-metragem. Ela é tocada enquanto Cristof assiste Truman dormindo. No cantinho da cena conseguimos perceber que o músico também está executando Truman Sleeps ao vivo. O detalhe, porém, é que esse “executor” é o próprio Philip Glass. 

Quarto ato

Neste ato temos o fim. Além de ser o final desta longa análise da trilha sonora de Show de Truman, o quarto ato é obviamente dedicado ao final do filme. E aqui selecionei duas músicas que expressam bastante a intenção do roteiro, logo quando toda a farsa é exposta ao Truman.

Fathers Kolbe’s Preaching é, para mim, a mais significativa música de todo o filme. Além de ser linda, ela sustenta todo o momento de revolta de Truman ao se deparar com o “fim”. É o momento mais dramático de Show de Truman.

Dramático também é o enredo que envolve essa música. Composta pelo pianista Wojciech Kilar, Fathers Kolbe’s Preaching é apenas uma parte de um concerto intitulado Requiem Father Kolbe. Os títulos referem-se ao frade Maximiliam Kolbe que, durante a II Guerra Mundial, abrigou milhares de judeus.

Preso em 1941, Kolbe foi enviado a um campo de concentração e insistiu em trocar de lugar com um homem que havia sido condenado a morrer de fome em um bunker subterrâneo. Enquanto enfrentava a prova, a fé do padre testemunhada por suas rezas e cantorias, o levaram a sobreviver mais que os outros condenados. Kolbe teve que ser morto com uma injeção de ácido carbólico. Você pode ver mais detalhes dessa história aqui.

As interpretações com a história de Truman podem ser variadas a partir dos últimos dias de Kolbe. O que fica é a libertação. Fathers Kolbe’s Preaching é a prece que liberta um homem que doou toda a sua vida aos outros, sem nunca ter consciência.

Para intensificar esses vários símbolos do final de Show de Truman temos também a música de coroação. É a última trilha exibida no filme e que, ironicamente, chama-se Opening.

É nela que temos a famosa cena do aceno final de Truman, despedindo-se e agradecendo. É nela também, que temos uma vida nova, de esperança e que fica completamente em aberto para nós.

cinematopeia_trilha sonora de show de truman aceno

Finalmente, o fim

A vontade de escrever sobre a trilha sonora de Show de Truman veio depois de uma participação que fiz no podcast do Pós-Créditos. São inúmeros símbolos, referências e coisas legais que descobrimos.

Então, um filme tão rico como o Show de Truman pede uma apreciação demorada das músicas que aparecem nele. A complexidade e a riqueza das músicas, confesso, foi aparecendo enquanto escrevia e pesquisava. Mas ainda não é o fim. Ainda temos muito o que falar. Aguarde e verás.

Ah! E não esquece que tem uma playlist especial do Show de Truman lá no Spotify do Cinematopeia. É só clicar e dar o play!

Comente!